Twitter contrata George Hotz, hacker de iPhone, como estagiário


Famoso por ser a primeira pessoa a hackear o iPhone em 2007, George Hotz se ofereceu para trabalhar no Twitter por 12 semanas como estagiário. Seu objetivo é o de consertar o recurso de busca da rede social, mas ele também quer remover o prompt que surge quando alguém tenta navegar no site sem estar logado em uma conta. Não demorou nada para Elon Musk aceitar a interessante proposta.

George Hotz (Imagem: Reprodução / Internet)

Depois de considerar as exigências de Elon Musk por uma cultura mais hardcore no Twitter algo que “constrói coisas incríveis“, George Hotz decidiu dar sua cara a tapa.

O famoso hacker se ofereceu para uma função de estagiário na rede social do passarinho. Financeiramente falando, ele pediu por apenas o custo de vida em São Francisco, algo bem distante do que ele é acostumado a receber em suas empreitadas.

Sure, let’s talk.

— Elon Musk (@elonmusk) November 16, 2022

É óbvio que o CEO do Twitter logo viu a oportunidade e a agarrou instantaneamente. Assim, Elon Musk respondeu de forma curta e objetiva: “Claro, vamos conversar”.

Como o bilionário está precisando urgentemente de profissionais para o site, ainda mais depois da debandada, não é de surpreender que ele esteja aceitando toda ajuda que surgir.

O principal objetivo de GeoHot (apelido conhecido do ex-hacker) é o de consertar o recurso de buscas da plataforma. Ele quer melhorar o desempenho de pesquisas e deixar mais fácil para o usuário encontrar as funções de modificadores avançados. Além disso, a busca precisaria exigir menos da pessoa digitar a palavra exata que está procurando.

Contudo, o profissional não quer parar por aí. Ele considera o prompt de login que surge toda vez que alguém “passeia” pelo Twitter sem estar logado algo que “estraga a internet”. Ou seja, ele deseja remover esse recurso assim que for possível.

that’s what Elon told me my job was, and I will try my hardest to do it. I have 12 weeks

also trying to get rid of that nondismissable login pop up after you scroll a little bit ugh these things ruin the Internet https://t.co/vZbSfEqlfW

— George Hotz (@realGeorgeHotz) November 22, 2022

Hotz foi pioneiro do jailbreak e desbloqueou o PS3

Em 2007, o jovem hacker conseguiu ser a primeira pessoa do mundo a desbloquear um iPhone. Isso trouxe uma grande notoriedade e uma base de seguidores ainda maior.

Seu pioneirismo abriu portas para diversos entusiastas na prática de jailbreak, mas também trouxe dor de cabeça para o profissional.

No ano de 2010, GeoHot decidiu se aposentar da área de desbloqueios. Ele afirmou que seu hobby passou a se tornar uma obrigação, com muitas cobranças surgindo de todos os lados. Ademais, sua conhecida arrogância também apareceu nesse momento, dizendo em seu blog na época:

Eu sinto falta dos dias quando fazer jailbreak e desbloqueio era difícil, eles atraíam gente de muito maior calibre.

No entanto, não demorou muito para George sair de sua aposentadoria para realizar mais um ato: hackear e liberar as chaves de criptografia do PlayStation 3. O console era famoso por ser difícil de “invadir”.

É claro que a Sony não gostou nada disso. Como resultado, a empresa japonesa tratou de abrir um processo contra o hacker com o objetivo de impedir que a chave-mestra se espalhasse ainda mais.

Pouco tempo depois, tanto Sony quanto George Hotz chegaram a um acordo e encerraram a situação judicial na qual se encontravam.

Sony PlayStation 3 (Imagem: Unsplash / Nikita Kostrykin)

Hacker virou empresário e agora é estagiário

Depois de sua aposentadoria do mundo hacker, Geoge Hotz trabalhou no Facebook entre 2011 e 2012. O profissional passou por Google em 2014 e na startup Vicarious em 2015.

Em seguida, ele fundou a empresa Comma.ai, que estava construindo uma tecnologia de automação veicular baseada em machine learning. Entretanto, GeoHot anunciou que deixou a companhia em outubro de 2022.

Antes de se tornar o mais famoso estagiário do Twitter, o ex-hacker anunciou sua nova firma, que desenvolve software para chips de inteligência artificial. Por ora, vamos aguardar as mudanças que ele quer implementar na rede social do passarinho. Ele tem 12 semanas.

Com informações: The Verge e TechCrunch.

Twitter contrata George Hotz, hacker de iPhone, como estagiário


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *