Seguindo os passos da Apple TV, YouTube lança hub de streamings


O YouTube decidiu seguir os passos de outras gigantes do mercado e abriu uma “loja de streamings” na plataforma. Seguindo os passos da Apple TV e do serviço Amazon Prime Channels, do Amazon Prime Video, a plataforma permite agora assinar e acessar dezenas de serviços de streaming em sua própria interface.

Primetime Channels (Imagem: Divulgação / YouTube)

A novidade, anunciada nesta terça-feira (1ª), se chama Primetime Channels e já foi disponibilizada nos EUA para os usuários que se inscreverem na ferramenta.

Ao fazerem isso e acessarem a seção de Filmes da aba Explorar do Youtube, eles terão acesso a um catálogo de 30 serviços de streaming, que podem ser assinados diretamente pela plataforma.

Entre as opções disponíveis estão nomes de peso do cenário internacional, como Paramount+, Starz (Lionsgate+ no Brasil), Showtime e AMC+.

Lista de streamings do Primetime Channels (Imagem: Divulgação / YouTube)

Desejando replicar a experiência oferecida por outras plataformas que também “abriram lojas de streaming”, o YouTube agora oferece aos seus usuários a oportunidade de agregar serviços que eles gostam e já assinam em um único lugar. Ou, até mesmo, conhecer novos, que podem passar a assinar.

Para os canais, por sua vez, há o benefício de ser apresentado a um público novo, que talvez não tivesse interesse de acessar seu player por vontade própria. E, claro, a vantagem de contar com a tecnologia de streaming do Google, reconhecidamente famosa por sua qualidade.

Por fim, outro ponto que pode ser um diferencial para a presença dessas gigantes no hub é a questão da disponibilidade de aplicativos. Afinal, um streaming que oferece um canal no YouTube pode ter menos preocupações em desenvolver apps para diferentes tipos de dispositivos.

Hub tem experiência integrada com o YouTube

Ainda sem previsão de chegar ao Brasil, o Primetime Channels promete ser uma experiência integrada ao YouTube.

Apesar de os canais assinados serem acessados separadamente na plataforma, o usuário poderá procurar diretamente por um título do seu catálogo na barra de pesquisa. Como resultado, além da própria produção, ele verá a recomendação de conteúdos relacionados (do próprio canal ou do YouTube), de forma a ampliar a sua busca.

Segundo a plataforma, como as pessoas já vão até o YouTube atrás de conteúdos extras de filmes e séries, a ideia é que essa experiência seja estendida, permitindo que a pessoa mergulhe em todo o seu universo.

Canal do Primetime Channel (Vídeo: Divulgação / YouTube)

Além da integração, a página inicial do Primetime Channels promete ainda disponibilizar trailers, entrevistas do elenco e cenas de bastidores de alguns filmes e shows.

Com informações: YouTube

Seguindo os passos da Apple TV, YouTube lança hub de streamings


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *