Mercado Pago é mais uma empresa a levar seu serviço para servidor de GTA RP


O Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, segue os passos de outras empresas de tecnologia e começa a levar seu serviço para um servidor de GTA RP. A empresa anunciou uma parceria com o servidor Inverso NOVA e se tornou o primeiro banco digital dentro de um GTA RP. Porém, outras empresas também estão promovendo seus serviços dentro de jogos deste tipo.

Mercado Pago no GTA RP (Imagem: Divulgação/Mercado Pago)

De acordo com o Mercado Pago, as transações in-game serão realizadas usando o sistema da empresa. O servidor de GTA RP também terá uma central de atendimento da fintech, na qual os jogadores poderão tirar suas dúvidas sobre o funcionamento do app — além é claro de servir como uma forma de divulgar o portfólio do produto.

“Metaverso” em jogos é palco de shows e propagandas

Os servidores de GTA RP se popularizaram na pandemia e se tornaram negócios lucrativos. Os mais populares costumam permitir pouco mais de 1.000 jogadores simultâneos e contam com dezenas de milhares de seguidores nas redes sociais. Com esses números, é natural que empresas “da vida real” se interessem em aproveitar a visibilidade dos servidores.

“Já temos uma proximidade grande com gamers e entusiastas da tecnologia, pois este é um público que já faz parte do ecossistema Mercado Livre. Nossa atuação no GTA RP dá sequência a construção da percepção dos gamers do Mercado Pago como banco digital”, explica o Head de Branding do Mercado Pago, Iuri Maia.

Mercado Pago no GTA RP (Imagem: Divulgação/Mercado Pago)

Antes de sua reformulação, o Inverso recebeu até um festival de música. Shows de artistas famosos são bem populares nos maiores servidores — fora a presença de celebridades, como foi o caso da Anitta no GTA RP Cidade Alta.

O Cidade Alta, que junto com o Complexo são os principais servidores brasileiros, já realizou ações com o OutBack e iFood. O primeiro abriu uma loja dentro da cidade virtual, enquanto o segundo permitiu que os jogadores trabalhassem como entregadores no jogo em troca de cupons no aplicativo. A foodtech até mesmo levou para a vida real o Avalanches, lanchonete popular do servidor — claro, tudo somente pelo app.

Mais recentemente, nesta terça-feira (25), a Listerine promoveu um show do humorista Fabio Porchat no Complexo. Tudo bem organizado, com cadeira e ingresso. Outro humorista que já se apresentou neste servidor foi Diogo Defante.

Ações são laboratórios para o “metaverso”

Explicando as aspas em metaverso, a definição do que ele fica confuso. Para a Meta e outras big techs, é um lugar de socialização digital e de ampliação do local de trabalho. 

Entretanto, muitos jogos onlines estão sendo chamados de metaverso — e está tudo bem ter essa percepção, até o Mark Zuckerberg acredita que este será o primeiro uso da tecnologia. No caso do GTA RP, os mods estão mais para um RPG online (e claramente mais popular que New World).

Decentraland é um dos principais metaversos (Imagem: Reprodução/ Decentraland)

Para as empresas, a definição de metaverso não é o importante neste momento — e nunca será. O objetivo é entender como utilizar a tecnologia para ações de publicidade. Seja em um jogo online como o GTA RP, seja em uma plataforma como o Decentraland, as marcas precisam saber como o público reage às inserções em um mundo virtual. No momento, pelo menos no Brasil, os servidores de GTA RP é o que temos de mais “próximo” do metaverso prometido pelas big techs — ou apenas pelo Zuckerberg.

Mercado Pago é mais uma empresa a levar seu serviço para servidor de GTA RP


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *