Apple reajusta preços de alguns serviços no Brasil; Apple TV+ tem aumento de 50%

Apple reajusta preços de alguns serviços no Brasil; Apple TV+ tem aumento de 50%

Nesta segunda-feira (19), a Apple reajustou, de forma silenciosa, os preços de alguns de seus serviços aqui no Brasil. Entre eles, estão: o Music, o One e o TV+, que teve o maior dos aumentos: 50,5%. Apesar de a empresa não ter comunicado seus clientes oficialmente, a mudança de preços já pode ser vista em seu site.

Como usar o Apple Music [Guia para Iniciantes]O que é Apple One?Apple Music (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Para começar com a leva nos aumentos de preço, temos o Apple One. Todos os pacotes da modalidade que junta os serviços da companhia em uma única taxa tiveram seus valores alterados. A maior variação se deu no plano Individual, que viu seu valor aumentar em 31,6%.

PacoteValor antigoValor atualVariaçãoIndividualR$ 26,50R$ 34,9031,6%FamiliarR$ 37,90R$ 49,5030,6%PremiumR$ 69,50R$ 79,9014,9%

Quem também sofreu um reajuste foi o Apple TV+, streaming de filmes e séries da empresa. Por aqui, temos o maior aumento dessa leva. A mensalidade do serviço, que antes era de R$ 9,90, passou a ser de R$ 14,90 — um aumento de 50,5% em seu preço.

Apple TV+, que custava R$ 9,90, custa agora R$ 14,90. (Imagem: Tecnoblog)

Por fim, temos o Apple Music, streaming de músicas da gigante de Cupertino. Lançado em 2015, ele conta com três tipos de assinatura: Universitária, Individual, e Familiar. Com exceção da primeira, as outras duas sofreram reajustes.

AssinaturaValor antigoValor atualVariaçãoUniversitáriaR$ 11,90R$ 11,900%IndividualR$ 16,90R$ 21,9029,5%FamiliarR$24,90R$ 34,9040,1%

O Apple Arcade, o Fitness+ e o iCloud se safaram e não tiveram seus preços reajustados pela empresa. Resta saber até quando seus valores permanecerão os mesmos.

Apple aumentou preço do Music em maio

Em maio deste ano, mais uma vez silenciosamente, a Apple aumentou o preço da assinatura Universitária do Apple Music. O plano antigo, que custava R$ 8,50, passou a custar R$ 11,90, preço que não foi alterado desta vez.

Na época, além do Brasil, países como África do Sul, Arábia Saudita, Austrália, Filipinas, Índia, Indonésia, Israel, Malásia, Nova Zelândia, Quênia e Singapura também viram aumento no valor do pacote.

Em julho passado, a companhia anunciou seus resultados financeiros mais atuais. Surpreendentemente, no último trimestre fiscal apenas o segmento de serviços da Apple teve alta de 12% ano a ano.

De acordo com os últimos dados, a empresa tem, ao todo, cerca de 816 milhões de assinaturas pagas. Cada vez mais, portanto, esse tem se mostrado uma grande acerto para a Apple diversificar sua receita, afinal o número de assinantes dos seus serviços só cresce.

Com informações: MacMagazine

Apple reajusta preços de alguns serviços no Brasil; Apple TV+ tem aumento de 50%


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.