Mercado Livre e Amazon já viraram os principais supermercados online do Brasil

Mercado Livre e Amazon já viraram os principais supermercados online do Brasil

Mercado Livre e a Amazon alcançaram a liderança no setor de supermercado online. De acordo com a segunda edição do Índice de Preferência do Consumidor (IPCon), as marcas abocanharam uma fatia de 17% e 16%, respectivamente, do mercado brasileiro. Os dados da pesquisa feita pela consultoria Dunnhumby foram revelados pelo NeoFeed nesta segunda-feira (12).

Vai ao mercado? 5 apps para montar a lista de compras8 apps de supermercado para fazer compras online e pelo celularMercado Livre e Amazon lideram o setor de supermercado online (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels)

O estudo dá um panorama do setor que ganhou relevância durante a pandemia de COVID-19. Segundo o levantamento, o Mercado Livre e a Amazon alcançaram as duas primeiras colocações do segmento. A sequência é demarcada pela Americanas e a Magazine Luiza, com 11% de market share nos dois casos.

O disparo na participação é fruto de inúmeros investimentos realizados pelas empresas nos últimos tempos. Em outubro de 2021, o Mercado Livre, por exemplo, fechou uma parceria com a rede Mambo para vender produtos frescos. Assim, tornou-se possível comercializar carne, legumes e congelados em São Paulo.

A Americanas também não ficou de fora. Em julho de 2021, a empresa anunciou um delivery dentro do aplicativo, com a promessa de entregar os produtos em até 30 minutos. Assim, os usuários podem comprar itens de supermercado e restaurantes sem precisar sair de casa ou do trabalho.

Os demais supermercados também deram as caras na pesquisa. O site revelou que a rede Carrefour e Atacadão garantiu uma fatia de 11% no mercado nacional. O Extra e Pão de Açúcar, que agilizaram as entregas no Brasil, aparecem no ranking com 6% de participação, seguidos pelo Assaí (5%).

Oito em cada dez brasileiros fizeram compras de supermercado pela internet (Imagem: rupixen/Unsplash)

83% dos brasileiros fizeram supermercado pela internet

O delivery de compras ganhou peso nos últimos dois anos. Segundo o levantamento revelado pelo NeoFeed, em 2021, 83% dos participantes da pesquisa fizeram compras online no ano passado. Ou seja, seja para um momento de emergência ou para garantir algum benefício, o serviço tornou-se útil a uma porção significativa dos brasileiros.

Após o uso, 30% dos consumidores passaram a considerar o meio como preferido. E não é por menos: basta observar as ofertas oferecidas pelas plataformas, como a Amazon, para quem adquire produtos com recorrência. A depender do tipo de produto, é muito mais vantajoso comprar em lojas virtuais.

Além da Amazon, Americanas, Magazine Luiza e Mercado Livre, outras plataformas oferecem esta modalidade. É o caso do iFood, que disponibiliza mercados e farmácias dentro do seu aplicativo. Outras redes de supermercados, como o carioca Prezunic, também disponibilizaram a modalidade de delivery em seus apps.

Com informações: NeoFeed

Mercado Livre e Amazon já viraram os principais supermercados online do Brasil


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.