Allugator cria assinatura anual do iPhone 14 para quem não pode comprar um

Allugator cria assinatura anual do iPhone 14 para quem não pode comprar um

Se você não vê a hora de botar as mãos no iPhone 14, fazer uma assinatura do aparelho pode ser uma opção. Pelo menos essa é a proposta da Allugator. A empresa anunciou planos específicos para a nova linha da Apple. A estimativa é a de que os custos variem entre R$ 3.999 e R$ 5.390 por ano, dependendo do modelo.

Quais modelos de iPhone vão atualizar para o iOS 16?Review iPhone SE (2022): apostando nos extremosiPhone 14 Pro (imagem: reprodução/Apple)

A ideia é inusitada, mas simples. Você paga um valor determinado e pode usar o celular por um ano como se fosse seu. Depois desse prazo, é possível renovar a assinatura ou alugar outro aparelho.

De acordo com a Allugator, os quatro modelos do iPhone 14 estarão disponíveis para assinatura. Como eles ainda não foram lançados oficialmente, por enquanto, os interessados podem preencher um formulário de pré-assinatura.

O pagamento deve ser feito via cartão de crédito, com opção de parcelamento em até 12 vezes sem juros. Note, porém, que o cartão tem que ter limite para isso.

Outra opção é fazer o pagamento via Pix, à vista. Para essa modalidade, a empresa oferece 10% de desconto.

Além do iPhone em si, a assinatura dá direito a capinha, película para a tela, carregador e iPhone reserva em caso de reparo. Também há uma espécie de seguro que cobre 80% do valor do aparelho em caso de roubo ou furto qualificado (os 20% restantes devem ser desembolsados pelo usuário).

Mas vale a pena?

Depende dos seus planos. A Allugator afirma que, com a assinatura, o usuário desembolsa cerca de 53% do valor do iPhone. Então, durante o período de um ano, você pode ter acesso a um iPhone 14 por um valor próximo à metade do preço de varejo do dispositivo.

Por outro lado, no fim do período de assinatura, o aparelho tem que ser devolvido ou você precisa entrar em um novo ciclo de assinatura. Então, é importante fazer as contas.

iPhone 14 Pro (imagem: reprodução/Apple)

Penso que a assinatura pode fazer sentido para quem faz questão de sempre usar a última geração do iPhone. Mas até esse público deve fazer as contas. Afinal, um aparelho próprio oferece a vantagem de poder ser vendido para compor o valor a ser desembolsado pela nova unidade.

De todo modo, a ideia tem atraído adeptos. A Allugator explica que, em 2021, obteve faturamento 440% maior em relação ao ano anterior. Além disso, a companhia afirma já ter registrado mais de 10 mil assinaturas.

Além da linha iPhone 14 (que está em pré-assinatura, só para reforçar), a Allugator oferece assinaturas dos modelos iPhone 13, iPhone 12 e iPhone 11, entre unidades novas e seminovas.

Outra opção que tem despontado para quem anseia por um iPhone são os financiamentos. O Banco do Brasil, por exemplo, criou uma linha de crédito que financia iPhones e outros eletrônicos em até 60 vezes.

Allugator cria assinatura anual do iPhone 14 para quem não pode comprar um


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.