O Twitter queria ser rival do OnlyFans ­čö×


O Twitter tinha planos de entrar oficialmente no nicho do entretenimento adulto, tornando-se concorrente direto do OnlyFans ÔÇô cuja receita prevista em 2022 ├ę de US$ 2,5 bilh├Áes. Este ├ę um valor bem consider├ível, quase metade do que a rede social faturou em 2021, e ela est├í de olho em v├írias formas de ganhar dinheiro. S├│ que a ideia deu errado antes mesmo de come├žar.

Como o Twitter ganha dinheiro? Veja as principais fontes de receita da rede socialComo criar uma conta no OnlyFansTwitter (Imagem: Alexander Shatov / Unsplash)

N├úo precisa ir muito longe para entender o interesse do Twitter. A rede social ├ę largamente utilizada pelos criadores de conte├║do adulto para divulgar seu trabalho e direcionar o p├║blico interessado para o OnlyFans. A ideia era ter uma parte do dinheiro que vai para essa plataforma.

Segundo o The Verge, foi criada uma equipe interna para analisar a viabilidade do chamado ACM, ou ÔÇťAdult Content MonetizationÔÇŁ (Monetiza├ž├úo de conte├║do adulto, em tradu├ž├úo livre).

Tratava-se do Red Team. A equipe apontou que o Twitter n├úo poderia garantir a venda dessas assinaturas, de maneira segura, pela falta de uma fiscaliza├ž├úo contra conte├║do sexual nocivo e/ou ilegal.

Al├ęm disso, o Red Team concluiu que a plataforma n├úo consegue detectar de maneira precisa explora├ž├úo infantil e nudez n├úo consensual em escala. Tem mais: faltam mecanismos para verificar se criadores e clientes t├¬m a idade legal para acessar o conte├║do adulto.

Quando as conversas de venda do Twitter para Elon Musk come├žaram, os trabalhos de implementa├ž├úo foram adiados indefinidamente.

E os executivos do Twitter tamb├ęm levaram a s├ęrio os achados do Red Team e decidiram n├úo lan├žar a monetiza├ž├úo, pelo menos at├ę que o servi├žo consiga ter medidas de seguran├ža melhores.

OnlyFans já tentou se livrar de conteúdo adulto

É curioso lembrar que, em 2021, o OnlyFans cogitou banir conteúdo adulto, alegando que precisava se adaptar às exigências de bancos parceiros. Dias depois, a empresa voltou atrás.

O OnlyFans j├í inspirou outras empresas al├ęm do Twitter: no in├şcio deste ano, o Instagram liberou assinaturas pagas para alguns criadores.

O Twitter queria ser rival do OnlyFans ­čö×


Deixe uma resposta

O seu endere├žo de email n├úo ser├í publicado. Campos obrigat├│rios marcados com *