Sony diminui o ritmo nos games, mas aumenta ganho nos filmes

Sony diminui o ritmo nos games, mas aumenta ganho nos filmes

A Sony divulgou seu mais recente relatório financeiro, correspondente aos meses de abril a junho de 2022. O documento mostra que a empresa teve receita de 2,31 trilhões de ienes, algo em torno de 17,5 bilhões de dólares. Porém, a área de games teve uma queda de 2% em vendas, enquanto a parte de filmes viu uma melhora de 67%. Tudo isso em comparação ao mesmo período de 2021.

10 jogos exclusivos indispensáveis para PlayStation 4Homem Aranha: todos os filmes organizados em ordem cronológicaPlayStation 5 (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Mesmo com muitas pessoas ainda querendo adquirir um PS5, a Sony não alcançou o que havia planejado no quesito vendas do sistema. A companhia anunciou que enviou 2,4 milhões de consoles. No total, o conjunto de hardware chegou a 21,7 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.

Já a renda operacional na área caiu 37%, chegando à marca de 52,8 bilhões de ienes. Uma grande queda em paralelo aos 83,3 bilhões de 2021.

Além disso, a japonesa informou que o total de tempo de jogo dos usuários diminuiu 15% em ano-por-ano no primeiro quarto de 2022. Um engajamento muito menor do que haviam antecipado. Mesmo assim, houve um aumento de 3% em junho em comparação a maio.

A Sony afirma que essa diminuição ocorreu, principalmente, por causa do crescimento dos custos de produção de jogos e o encolhimento nas vendas dos videogames. Outros fatores incluem uma maior concorrência no mercado e a pandemia de Covid-19.

Por causa de tudo isso, a dona do PlayStation decidiu não alterar a previsão de vendas do console para o próximo ano fiscal. O objetivo continua sendo o de bater a marca de 18 milhões de unidades vendidas.

Cinema e música ajudaram os números da companhia

Por outro lado, o segmento musical da empresa viu vendas significativas de 308,1 bilhões de ienes. Esse acréscimo de 21% deve-se ao impacto do câmbio externo e do crescimento da receita via streaming, segundo a companhia. A renda operacional subiu 5,6 bilhões de ienes, totalizando 61 bilhões na moeda japonesa.

Mas foi a área direcionada aos filmes que ofereceu os melhores números para a Sony.

Entre abril e junho de 2022, a renda dessa divisão garantiu um aumento de 67% em vendas. Ou seja, conseguiu 341,4 bilhões de ienes. Já a renda operacional saiu de 25,4 bilhões em 2021 para 50,7 em 2022. Esse sucesso foi atribuído ao impacto da taxa de câmbio, a intensificação nas produções para televisão e na receita de filmes lançados durante o último ano fiscal.

A companhia acredita que a recuperação da indústria de cinema é um fator importante para esse acréscimo em seus números. Ela está para lançar 17 longas-metragens nos próximos 12 meses. O catálogo inclui Trem-Bala com Brad Pitt e a animação Homem-Aranha: Através do Aranhaverso.

Por fim, a busca por conteúdo diferenciado em plataformas de distribuição de vídeo também auxiliou a japonesa.

Homem-Aranha no Aranhaverso (Imagem: Divulgação / Sony)

Sony mantém o crescimento

Mesmo com números não tão substanciais como era esperado, a empresa cresceu entre ambos períodos. As vendas totais aumentaram de 2,256 trilhões em 2021 para 2,311 trilhões de ienes em 2022. A renda operacional também teve um crescimento de 211 bilhões no ano passado para 307 bilhões de ienes neste ano.

Podemos considerar que não houve uma melhora absurda, mas não podemos esquecer que a Sony gastou dinheiro com a aquisição da Bungie e do serviço de streaming de anime Crunchyroll. O que acabou afetando a sua renda no fim das contas.

Com informações: Sony e Variety.

Sony diminui o ritmo nos games, mas aumenta ganho nos filmes


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.