Redmi 10 5G passa na Anatel com bateria grande e câmera de 50 megapixels


Um novo smartphome da Xiaomi pode chegar ao Brasil em breve. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou o Redmi 10 5G, intermediário da fabricante chinesa com câmera dupla de 50 megapixels. O aparelho ainda se destaca pela bateria grande, de 5.000 mAh, e tela com suporte a taxa de atualização de 90 Hz.

Como resetar um celular da Xiaomi [MIUI]Xiaomi Redmi Note 10 Pro: é tudo isso mesmoRedmi 10 5G (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O Redmi 10 5G foi homologado a pedido da DL Eletrônicos, representante da marca no país. A documentação, que menciona o modelo “22041219NY”, aponta apenas uma unidade de fabricação na China.

O certificado de conformidade, por outro lado, revela alguns detalhes, como suporte ao Bluetooth 5.1 e NFC para pagamentos por aproximação. Além disso, o aparelho deve ser vendido com um carregador “MDY-11-EP” de 22,5 watts.

Certificado de homologação do Redmi 10 5G (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

O que esperar do Redmi 10 5G

O Redmi 10 5G foi lançado oficialmente em março deste ano. Com isso, podemos ter uma certa noção das especificações gerais do smartphone. Lembrando que a versão 4G também foi homologada pela Anatel e já está disponível para os consumidores brasileiros. No entanto, há diferenças importantes entre os dois modelos.

No 5G, a tela IPS LCD soma 6,58 polegadas com resolução Full HD+ (2408×1080 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz. Seu “irmão” aposta na mesma tecnologia de display e taxa, mas com 6,5 polegadas e resolução ligeiramente menor de 2400×1080 pixels.

A grande diferença fica por conta do processador. O Redmi 10 5G traz um Dimensity 700, enquanto o 4G entrega um Helio G88, ambos da MediaTek. A memória RAM e o armazenamento não mudam, já que os dois oferecem 4 GB e 64 ou 128 GB, respectivamente.

Redmi 10 já é vendido no Brasil (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Há duas câmeras na traseira do Redmi 10 5G, sendo a principal de 50 megapixels e a secundária de profundidade de 2 megapixels. A versão 4G, por outro lado, chega com quatro câmeras: principal de 50 megapixels; secundária ultrawide de 8 megapixels; terciária macro de 2 megapixels e a última de profundidade também de 2 megapixels.

Ambos trazem uma bateria de 5.000 mAh com suporte à recarga rápida de 18 watts, mas a Xiaomi inclui um carregador de 22,5 watts na caixa. A única diferença fica por conta do carregamento reverso de nove watts oferecido pelo modelo padrão.

Ainda não há informações sobre o preço e data de lançamento do Redmi 10 5G no Brasil.

Redmi 10 5G passa na Anatel com bateria grande e câmera de 50 megapixels


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *