Agora até o Windows Server 2022 pode rodar distribuições Linux


A Microsoft deixou muita gente impressionada quando criou o Windows Subsystem for Linux. E mais ainda depois que lançou a segunda versão (WSL 2). Mas esse era um recurso que permitia a execução de distribuições Linux apenas nos Windows 10 e 11. Agora é diferente. O Windows Server 2022 já suporta a ferramenta. Acredite, esse é um grande avanço.

Como criar um pendrive bootável com uma distro do LinuxComo instalar Windows 11 em um Mac sem gastar com ParallelsMicrosoft e Linux (imagem: divulgação/Microsoft)

Para muitos desenvolvedores, administradores de sistemas e profissionais de TI em geral, o WSL 2 é uma das melhores ferramentas já criadas pela Microsoft.

Há boas razões para isso. O Windows Subsystem for Linux permite que ambientes Linux sejam executados diretamente nos sistemas operacionais da Microsoft, sem a necessidade de máquinas virtuais serem criadas especificamente para esse fim. Isso é útil para testes de software e acesso mais fácil a ferramentas nativas do Linux, por exemplo.

Não há dúvidas de que o WSL 2 é realmente útil. Mas, até recentemente, o recurso só estava disponível para Windows 10 e Windows 11. O Windows Server 2019 até é compatível, mas apenas com a primeira versão da ferramenta, consideravelmente mais limitada.

Para você ter uma ideia, o WSL 2 traz um kernel Linux verdadeiro e tecnologias da arquitetura de virtualização Hyper-V. Esses componentes permitem ao recurso oferecer mais desempenho, melhorar a integração com o próprio Windows, executar interface gráfica, entra outras vantagens.

Windows Subsystem for Linux 2 (imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)

Eis que, em maio de 2022, a Microsoft liberou o WSL 2 em uma versão preview do Windows Server 2022, dando segmento a uma promessa feita na última conferência Build.

Nesta semana, o WSL 2 chegou ao sistema operacional de modo oficial. Para instalá-lo, é necessário apenas baixar o conjunto de atualizações mais recente, que inclui o pacote KB5014678. Depois disso, basta digitar o seguinte comando para iniciar a instalação:

wsl –install

WSL 2 no Windows Server 2022: uma surpresa

A decisão de liberar o WSL 2 no Windows Server 2022 é um tanto surpreendente. Isso porque, em servidores, a disputa de mercado entre Windows e Linux é muito mais intensa do que em desktops.

Esse nem é ponto principal, na verdade. Faz tempo que a Microsoft deixou de “abominar” o Linux. Provavelmente, a maior surpresa está no fato de, no começo de 2021, Jeff Woolsey ter declarado que a implementação do WSL no Windows Server levaria a usos em cenários de produção para os quais a ferramenta não é destinada.

Woolsey é gerente de programa para o Windows Server. Pelo jeito, ele e outros executivos da Microsoft mudaram de opinião sobre o assunto.

WSL 2 no Windows Server (imagem: reprodução/Microsoft)

Mas, como observa o site The Register, nem tudo é boa notícia. Os sistemas operacionais Windows Server são utilizados por organizações, obviamente. Embora a versão atual seja a 2022, muitas delas ainda utilizam o Windows Server 2019 por conta de contratos de suporte de longo prazo. A despeito disso, a Microsoft não tem planos de levar o WSL 2 para a versão 2019.

Ao menos a liberação para o Windows Server 2022 abre um leque de possibilidades para profissionais que trabalham com esse sistema. Aqueles que acessam ou administram tanto servidores Windows quanto Linux devem ser os mais beneficiados.

Colaborou: Everton Favretto.

Agora até o Windows Server 2022 pode rodar distribuições Linux


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *