iOS 16 deixa você proteger seus nudes e outras fotos pessoais com biometria

iOS 16 deixa você proteger seus nudes e outras fotos pessoais com biometria

iPhone já deixa você ocultar algumas imagens da galeria há algum tempo. Mas a Apple deixou o recurso ainda mais seguro: no iOS 16, o acesso às fotos pessoais e de nudes escondidas no app Fotos poderá ser protegido com o Face ID ou Touch ID. A novidade chega junto a outros incrementos para garantir mais privacidade. 

Quais modelos de iPhone vão atualizar para o iOS 16?Resumo da WWDC 2022: iOS 16, iPadOS com janelas flutuantes, M2, novo CarPlayiOS 16 traz novos recursos para oferecer mais segurança e privacidade aos usuários (Imagem: Felipe Ventura/Tecnoblog)

A atualização é destinada ao álbum de fotos ocultas do app Fotos. Para refrescar a memória, atualmente, os usuários de iPhone podem esconder fotos da galeria sem precisar de outro aplicativo ou instalar alguma ferramenta. O acesso ao álbum secreto, porém, não requer o uso de senha ou biometria.

E é aí que entra o iOS 16, que finalmente vai mudar este mecanismo. Nas configurações do Fotos, há uma opção para proteger o álbum Ocultos e a pasta com as fotos e vídeos apagados com biometria e senha. É o que aponta uma página com novos recursos do iOS 16:

“Os álbuns Ocultos e Excluídos Recentemente são bloqueados por padrão e podem ser desbloqueados usando o método de autenticação do iPhone: Face ID, Touch ID ou a sua senha”, anunciaram.

Esta definição, sem dúvida, é um incremento e tanto. Afinal, tem quem guarde fotos íntimas ou de documentos no celular e, mesmo com a senha da tela de bloqueio, prefira uma camada extra de proteção. Por isso, é preciso recorrer a apps de terceiros que, cá entre nós, nem sempre têm o mesmo padrão de segurança.

E esta não é a única novidade envolvendo o Face ID. O iOS 16 também vai permitir o uso do reconhecimento facial mesmo quando o celular está na horizontal. A Apple, no entanto, afirmou que a mudança funciona em “modelos de iPhone suportados” sem especificar quais seriam as variantes compatíveis.

iOS 16 vai permitir o uso do Face ID e Touch ID para acessar álbum Ocultos (Imagem: Reprodução/9to5Mac)

iOS 16 vai pedir permissão para copiar e colar entre apps

Desde o iOS 14, o iPhone informa quando um app acessa a área de transferências para oferecer mais transparência aos usuários. Mas a Apple vai incrementar esta ferramenta: a partir do iOS 16, só será possível copiar e colar informações entre apps com a autorização do proprietário do smartphone.

É o que aponta a mesma página de novidade do sistema operacional. Segundo a Apple, “os aplicativos precisam de sua permissão antes de acessar a área de trabalho para colar conteúdo de outro aplicativo”. Ou seja, ao colar um texto, imagem e afins de um app para outro, você precisará autorizar esta troca de informações.

9to5Mac revelou uma captura de tela da alteração em ação. Ao copiar um conteúdo do YouTube ao app Mensagens, o iOS emitiu a seguinte notificação: “‘Mensagens’ gostaria de colar do ‘YouTube’”. Em seguida, o usuário deve escolher uma das duas opções: “Não permitir colar” e “Permitir colar”.

iOS 16 vai pedir permissão do usuário para copiar e colar entre apps (Imagem: Reprodução/9to5Mac)

Este recurso serve justamente para impedir apps que acessam a área de transferência repentinamente. Lembrei bastante de apps de instituições financeiras que, só de abrir algumas funções, recebo a notificação “Banco – colado de WhatsApp”, por exemplo. Algumas vezes, isso é útil. Mas em outras, você só se pergunta: por quê?!

O iOS 16 foi anunciado pela Apple nesta segunda-feira (6) durante a WWDC 2022. Já a versão final do sistema será liberada aos usuários até o fim do ano.

Com informações: 9to5Mac (1 e 2) e The Verge

iOS 16 deixa você proteger seus nudes e outras fotos pessoais com biometria


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.