Resumo da WWDC 2022: iOS 16, iPadOS com janelas flutuantes, M2, novo CarPlay

Resumo da WWDC 2022: iOS 16, iPadOS com janelas flutuantes, M2, novo CarPlay

iOS 16 é apresentado na WWDC 2022 (Imagem: Felipe Ventura/Tecnoblog)

Nesta segunda-feira (6) ocorreu a WWDC 2022, evento que a Apple anuncia as novidades de software aos desenvolvedores. A companhia apresentou o iOS 16 com novas telas de bloqueio, iPadOS 16 com suporte a janelas, novos MacBooks com chip M2, watchOS 9 com melhorias e mais. Veja a seguir tudo o que foi lançado pela Apple e descubra quando chegam as atualizações.

iOS 16 é apresentado pela Apple na WWDC 2022; conheça as novidadesQuais modelos de iPhone vão atualizar para o iOS 16?

iOS 16

Um dos lançamentos mais aguardados da WWDC é o iOS 16, nova versão do sistema operacional do iPhone. O principal destaque é a nova tela de bloqueio, que dá maior poder de personalização ao usuário.

Nova tela de bloqueio

É possível configurar diversas telas de bloqueio, cada uma com diferentes fontes, cores papéis de parede e widgets. O conceito lembra bastante os mostradores do Apple Watch — quem utiliza o relógio da Apple consegue ter vários Watch Faces na manga, alternando de acordo com a vontade do usuário.

Nova tela de bloqueio do iOS 16 (Imagem: Reprodução / Apple)

É interessante que dá pra ter novos widgets na tela de bloqueio, como temperatura, previsão do tempo, relógios de outros fusos e eventos do calendário. Também dá pra associar telas de bloqueio a perfis de Foco — ou seja, dá pra deixar versões específicas para trabalho e outras para lazer, por exemplo.

A tela de bloqueio também fica mais dinâmica com o recurso Live Activities, que são widgets de aplicativos exibidos sem a necessidade de desbloquear o iPhone. A Apple mostrou um exemplo com o Uber, que mostra o tempo de deslocamento do motorista, bem como placares de jogos de basquete.

Novos widgets da tela de bloqueio do iOS 16 (Imagem: Reprodução / Apple)

Novidades no Fotos e Mensagens

A nova atualização do iOS trouxe melhorias no aplicativo de Fotos. Um novo recurso permite que o usuário crie uma biblioteca compartilhada com até seis pessoas, e todos podem adicionar imagens e vídeos.

Agora dá pra apagar e editar mensagens do iMessage (Imagem: Reprodução / Apple)

É possível que os membros da biblioteca compartilhada adicionem fotos manualmente ou estabeleçam critérios como datas ou reconhecimento de pessoas.

Já no iMessage, a Apple finalmente trouxe a opção de editar ou desfazer o envio mensagens já enviadas — opções que já existem em serviços como Facebook Messenger, WhatsApp ou Telegram.

Apple Pay leva parcelamento no cartão de crédito para os gringos

Um lançamento que não é muito compreendido por brasileiros é o Apple Pay Later. O novo recurso permite que o valor de uma compra seja dividido em parcelas, sem juros e sem taxas. Tá, mas tem novidade nisso?

Apple Pay Later (Imagem: Reprodução / Apple)

No Brasil, o parcelamento de compras com cartão de crédito é um recurso “nativo” dos bancos. Mas essa não é a realidade nos Estados Unidos e diversos outros países, cujo sistema financeiro só aceita pagamentos em à vista.

O parcelamento do Apple Pay é bem diferente do formato que estamos acostumados no Brasil. É possível dividir o valor da compra em até quatro pagamentos, mas distribuídos entre seis semanas.

Ainda existem outras limitações, e o serviço só estará disponível para usuários Mastercard. O parcelamento poderá ser feito solicitado em sites e aplicativos que aceitam a carteira digital da Apple — compras presenciais com Apple Pay continuam exclusivamente com a modalidade à vista.

CarPlay dá um gostinho de carro da Apple com múltiplas telas

O CarPlay geralmente leva o iPhone ao painel multimídia do carro, mas a Apple anunciou integrações ainda mais profundas. O sistema conseguirá controlar o hardware do automóvel, e a interface passa a ser exibida em mais telas. É como se o próprio veículo tivesse um sistema operacional da Apple.

CarPlay ganha suporte a múltiplas telas (Imagem: Reprodução / Apple)

A Apple aposta na personalização, incluindo novos medidores de velocidade, nível de combustível, controle de ar condicionado e mais. Widgets de aplicativos podem ser exibidos onde o motorista preferir — incluindo informações de mapas próximas ao velocímetro, por exemplo.

Tudo parece incrível, mas a novidade ainda está distante da realidade. Para aproveitar todo o potencial do novo CarPlay será necessário ter novos carros, com mais telas e integração com o sistema operacional da maçã. A lista de veículos será divulgada até o final de 2023.

Painel de veículo com novo CarPlay (Imagem: Reprodução / Apple)

watchOS 9

A nona versão do sistema operacional do Apple Watch trouxe diversas melhorias relacionadas a saúde e exercícios físicos. O monitoramento de sono agora terá detecção por fases, incluindo períodos acordados, sono profundo e REM.

Medição de corrida ganhou melhorias no watchOS 9 (Imagem: Reprodução / Apple)

Uma boa novidade é o alerta para tomar remédios. O aplicativo Saúde no iPhone permitirá que o usuário cadastre seus medicamentos e configure alertas, que também aparecem no Apple Watch. A ferramenta ainda avisa sobre possíveis interações medicamentosas, para evitar riscos ao tomar diferentes drogas.

A medição de atividade física ganhou novos esportes e mudança automática entre diferentes modalidades, além de aprimoramentos em categorias existentes. O monitoramento de corrida, por exemplo, passa a verificar a eficiência com base na oscilação vertical.

iPadOS 16

O sistema operacional de tablets da Apple está cada vez mais parecido com o ambiente desktop. A Apple trouxe novos recursos ao iPadOS que prometem melhoria na multitarefa.

iPadOS agora permite ter janelas com diferentes tamanhos (Imagem: Divulgação / Apple)

O iPadOS 16 agora traz um sistema de gerenciamento de janelas redimensionáveis, como no Windows e no macOS. A versão anterior até divide a tela entre dois aplicativos, mas apenas em tamanhos pré-definidos pela Apple.

É possível organizar os aplicativos e telas no Stage Manager, como no macOS Ventura. O suporte a monitores também foi melhorado: agora é possível plugar o iPad em telas com resolução de até 6K, e o display do tablet passa a funcionar como uma tela secundária.

iPad praticamente vira um desktop ao suportar múltiplas janelas e mais de um monitor (Imagem: Reprodução / Apple)

A Apple também aposta em trabalho colaborativo, e o aplicativo Freeform permite que um grupo de pessoas crie algo junto. Funciona como uma tela em branco virtual, onde todos podem, ao mesmo tempo, desenhar com a Apple Pencil, colocar conteúdos ou navegar na internet, por exemplo. O FaceTime é integrado, permitindo comunicação em tempo real durante o projeto.

macOS Ventura

A nova versão do macOS se chama Ventura, e também trouxe novidades no gerenciamento de janelas. O maior destaque vai para o Stage Manager, como no iPadOS 16. Com animações que lembram um pouco do antigo Windows Vista, uma barra na lateral esquerda permite que o usuário agrupe janelas e organize melhor sua bagunça.

macOS Ventura (Imagem: Divulgação / Apple)

Uma boa novidade relacionada a segurança são as Passkeys, que basicamente transforma os próprios computadores em tokens, removendo a necessidade de utilizar senhas em diversos aplicativos e sites. As chaves são autenticadas por biometria e ficam sincronizadas também com iPhone, iPad e Apple TV, com criptografia de ponta a ponta.

O Safari ficou mais rápido e ganhou melhorias, e agora permite compartilhar grupos de abas e lista de favoritos. A busca (Spotlight) também ficou mais esperta, com integração à Visualização Rápida e execução de comandos, como timer e cronômetro.

iPhone como webcam no Mac

Um recurso muito desejado por donos de Macs é a possibilidade de utilizar a câmera do iPhone como webcam. Isso era possível através de aplicativos de terceiros, mas o macOS Ventura e o iOS 16 trouxeram a função de forma nativa.

iOS 16 e macOS Ventura permitem usar iPhone como webcam (Imagem: Divulgação / Apple)

A comunicação dispensa cabos, e ocorre via Wi-Fi e Bluetooth. O reconhecimento é feito de forma automática pelo Mac, sendo possível utilizar a câmera do celular de forma simultânea com a integrada no computador. Para usar o recurso, é necessário ter um iPhone XR ou superior; ambos os dispositivos devem usar a mesma ID Apple.

Chip M2 chega ao MacBook Pro e novo modelo de MacBook Air

Apesar de ser um evento voltado para software, a Apple anunciou o M2, sucessor do já potente chip M1. A nova versão promete ainda mais desempenho e menor consumo de energia.

O chip M2 está presente na nova versão do MacBook Air, que ganhou design quadrado e conector MagSafe. A tela ganhou o notch tal qual o modelo Pro, e conta com tamanho de 13,6 polegadas, brilho de 500 nits (25% a mais que a versão com M1) e webcam com resolução 1080p (Full HD).

Novo MacBook Air com chip M2 (Imagem: Divulgação / Apple)

Uma boa novidade do MacBook Air é o conector magnético MagSafe, que leva energia ao laptop e deixa livre as portas Thunderbolt/USB-C. O teclado ganhou teclas de função com tamanho normal, e a bateria tem autonomia para 18 horas de reprodução de vídeos.

Além do MacBook Air, a Apple também anunciou a versão Pro com chip M2. Os produtos serão vendidos somente a partir de julho, com preço sugerido de R$ 13.299 na versão mais básica.

Novo MacBook Air com chip M2 (Imagem: Divulgação / Apple)

Dispositivos compatíveis

Com as atualizações, a Apple deixou de suportar alguns aparelhos mais antigos com suas últimas versões. Quem tem um iPhone 6s, 7 ou SE de primeira geração ficará sem o iOS 16, por exemplo.

Confira a lista de compatibilidade para as novas versões:

VersãoDispositivos compatíveisiOS 16iPhone 8, 8 Plus
iPhone X
iPhone XR, XS e XS Mac
iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max
iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e 12 Pro Max
iPhone 13, 13 Mini, 13 Pro e 13 Pro Max
iPhone SE (a partir da 2ª geração)iPadOS 16iPad (a partir da 5ª geração)
iPad Mini (a partir da 5ª geração)
iPad Air (a partir da 3ª geração)
iPad Pro (todos os modelos)watchOS 9Apple Watch Series 4
Apple Watch Series 5
Apple Watch Series 6
Apple Watch Series 7
Apple Watch SEmacOS VenturaMacBook (a partir de 2017)
MacBook Air (a partir de 2018)
MacBook Pro (a partir de 2017)
iMac (a partir de 2017)
Mac Mini (a partir de 2018)
iMac Pro (2017)
Mac Pro (a partir de 2019)

Quando chegam as atualizações?

A WWDC é um evento para desenvolvedores, e nenhuma das atualizações apresentadas hoje está disponível para os consumidores. iOS 16, iPadOS 16, watchOS 9 e macOS Ventura só devem chegar no segundo semestre de 2022.

A versão beta exclusiva para desenvolvedores está disponível a partir de hoje, e o beta público será lançado em julho.

Resumo da WWDC 2022: iOS 16, iPadOS com janelas flutuantes, M2, novo CarPlay


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.