Governo busca fábrica privada para substituir estatal de chips após liquidação


O ministro das Comunicações, Fábio Faria, revelou que o governo está em busca de empresas de chips e semicondutores, para que o País não dependa de importações. A preocupação parece ser compartilhada por outros membros do alto escalão. Paulo Alvim, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, admitiu que desmobilizar essa indústria foi um erro. No ano passado, a Ceitec foi extinta — ela era a única fábrica do ramo na América Latina.

Por que escassez de chips que afeta Apple, Sony e Intel está demorando para acabarO que é GaN? [nitreto de gálio]Semicondutor (Imagem: Jeremy Bezanger/Unsplash)

Faria participava do evento Smart City Business, em São Paulo (SP), nesta quinta (26). A reunião teve a presença de executivos da Nokia, Ericsson e Qualcomm, entre outros. “Estamos atrás de buscar uma empresa que possa abrir aqui uma fábrica de semicondutores”, disse. “O Brasil pode exportar para Europa, África e toda a América Latina.”

O ministro acrescentou que é importante ter importante um parque industrial forte no ramo e uma formação contínua de profissionais de tecnologia.

Ministro da Ciência diz que Brasil cometeu erro

Na quarta-feira (25), durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, considerou que desmobilizar a indústria foi um erro cometido por vários países, incluindo o Brasil.

Alvim disse que a Softex dará continuidade à política pública para semicondutores. A Softex é a Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro. Ela é ligada ao MCTI e deverá receber o espólio da Ceitec, como patentes de invenção, registros de circuitos integrados e projetos de pesquisa e desenvolvimento, entre outros itens.

O antecessor de Alvim na pasta também avaliou que a liquidação da Ceitec não foi a melhor decisão. Em março, o então ministro Marcos Pontes disse que não teria feito essa opção, mas o Ministério da Economia tomou este caminho e incluiu a empresa no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Com informações: Estadão Conteúdo, Convergência Digital.

Texto em desenvolvimento

Governo busca fábrica privada para substituir estatal de chips após liquidação


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *