O que é DKIM?


Também conhecido como DomainKeys Identified Mail, o DKIM existe para demonstrar a legitimidade de uma mensagem de e-mail. Com seu uso, a pessoa garante que nada será alterado entre o remetente e o destino, chegando mais facilmente à caixa de entrada do objetivo. Nas linhas a seguir, você vai entender melhor a sua funcionalidade e suas características.

O que é SPF do e-mail?O que é DMARC?Definição de DomainKeys Identified Mail (Imagem: Tecnoblog)

Empresas que oferecem domínios para e-mail como o Google tendem a usar padrões que evitam as diversas formas de falsificação existentes. As três principais são o SPF, DMARC e o DKIM. Cada uma tão relevante quanto a outra, mas que servem e funcionam de jeitos distintos.

No geral, o DomainKeys Identified Mail é usado para afirmar aos servidores de destino que a mensagem que está chegando é exatamente a mesma feita pelo remetente. Quer dizer, sem nenhum tipo de alteração realizada pelo caminho.

Funciona assim: uma pessoa configura o seu domínio de e-mail através de criptografia para que um tipo de assinatura digital ocorra sempre que escrever uma mensagem. Do outro lado, o destinatário usa o DKIM de seu próprio servidor para verificar por completo a fonte, garantindo que tudo esteja 100% coerente com o remetente, sem qualquer mudança feita por terceiros.

Lembre-se de que para configurar, você precisa acessar as informações de login do seu provedor de domínio e entender os registros TXT do DNS.

Os benefícios de usar DKIM

Além de ter uma garantia a mais de que o e-mail enviado será entregue sem qualquer alteração, a aplicação dessa autenticação oferece uma maior segurança como um todo para ambas as partes. Seu uso também serve para diminuir consideravelmente as chances de sua mensagem ir direto para a caixa de spam do destinatário, por exemplo.

Não podemos esquecer que com esse padrão, todos os seus contatos poderão enviar comunicados e similares para sua organização com um pouco mais de certeza de que chegarão na íntegra. Sendo assim, a reputação de uma companhia e de um domínio pode ser afetada tanto positiva quanto negativamente, pois os e-mails enviados são definidores de pontos como engajamento e taxas de rejeição.

Pensando nisso, fica fácil entender o motivo de muitas vezes uma mensagem ir direto para nossa caixa de spam, mesmo quando elas são enviadas por contatos que conhecemos.

É importante cuidar bem de seu domínio de e-mail (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

Se você faz parte de uma organização ou utiliza as mensagens via e-mail com frequência, ainda mais em um ambiente profissional, então é muito importante lidar com as ferramentas de autenticação. Essa é outra forma de segurança bastante útil em tempos modernos.

Você é acostumado a proteger seu domínio? O que mais faz para garantir a integridade de suas mensagens? Conta pra gente!

Com informações: Google.

O que é DKIM?


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *