Axie Infinity: produtora recebe US$ 150 mi após roubo e anuncia novo game

Axie Infinity: produtora recebe US$ 150 mi após roubo e anuncia novo game

No fim de março, a blockchain por trás do game Axie Infinity sofreu uma invasão hacker. Durante o ataque, US$ 625 milhões foram levados, e jogadores ficaram sem seu dinheiro. Agora, um aporte de US$ 150 milhões na Sky Mavis, empresa vietnamita responsável pelo título, vai devolver o dinheiro para quem foi lesado.

Axie Infinity é pirâmide? Por dentro do polêmico jogo com criptomoedasComo funciona o Axie InfinityAxie Infinity, banner promocional (Imagem: Divulgação)

Os US$ 150 milhões para cobrir o prejuízo vieram da casa de câmbio de criptomoedas Binance. Outras empresas e fundos também participaram da rodada de investimento, como a Animoca Brands, a a16z, a Dialectic, a Paradigm e a Accel.

A diferença entre o aporte e o valor roubado virá da conta da própria Sky Mavis. Todos os jogadores serão reembolsados.

A Sky Mavis teve US$ 1,3 bilhão de receita no período de 12 meses encerrado em fevereiro. A chamada tesouraria da comunidade (ou community treasury, no original em inglês) possuía US$ 1,6 bilhão, segundo informações da Bloomberg.

O TechCrunch diz que esse é, aparentemente, o primeiro investimento direto da Binance na Sky Mavis.

A Binance possui o Binance Launchpad, uma plataforma de lançamento de tokens que ajuda projetos como o Axie Infinity a levantar fundos e fornece mentoria para que eles consigam fazer seus ecossistemas crescerem.

Além disso, a empresa dá liquidez para os usuários da Ronin, a blockchain que foi atacada. Assim, os jogadores podem retirar e depositar ether (ETH) sem custos.

Sky Mavis lança Axie Infinity: Origin

A empresa aproveitou a oportunidade para apresentar uma nova versão de seu jogo, chamada Axie Infinity: Origin. Trung Nguyen, CEO da Sky Mavis, diz que a decisão é intencional e uma forma de se concentrar no futuro da empresa.

Roubo de criptomoedas foi o maior da história

Na terça-feira da semana passada (29), a Sky Mavis revelou que a Ronin Network havia sofrido uma invasão hacker. Os ladrões levaram 173,6 mil ether, o equivalente a US$ 600 milhões, além de US$ 25 milhões em dólar.

Da quantia roubada, cerca de 168 mil ether (mais ou menos US$ 540 milhões, nas cotações recentes) continuam na carteira onde foram postos depois do roubo.

Como as transações de criptomoedas são rastreadas e públicas, pode ser difícil lavar essa quantia — fontes ouvidas pelo Wall Street Journal falam em anos.

O TechCrunch diz que 2 mil ether foram movidos para a ferramenta de privacidade Tornado Cash, que ajuda os usuários a mascararem os endereços de suas carteiras.

Com informações: TechCrunch, The Verge.

Axie Infinity: produtora recebe US$ 150 mi após roubo e anuncia novo game


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.