De rival a aliado do ouriço azul nos games, conheça o Knuckles de Sonic 2: O Filme


Estreando em abril de 2022, o segundo filme do ouriço azul da Sega já apresentou teasers empolgantes para os fãs de longa data do herói. É claro que o pôster faz referência direta ao segundo jogo, porém a narrativa parece trazer momentos de Sonic 3 e Sonic & Knuckles. Sendo assim, acredito que está na hora de destacar esses títulos e suas possíveis conexões com o longa-metragem. Venha comigo!

Todos os consoles da Sega em ordem cronológica8 jogos clássicos da Sega para curtir de graça no celularO novo longa-metragem estreia no dia 7 de abril (Imagem: Divulgação)

Eu tinha oito anos quando meu irmão mais velho ganhou de presente um Mega Drive 2 da TecToy em 1993. Com o console, além de um controle clássico de três botões, acompanhava no pacote o inesquecível Sonic the Hedgehog 2, um jogão. Com o passar do tempo, me tornei um fã assíduo da franquia da Sega. Joguei praticamente tudo o que foi lançado, para o bem e para o mal.

Porém, com tantos títulos de qualidade discutível, admito que já não estava tão interessado no filme de 2020 estrelado por Jim Carrey. Felizmente, acabei curtindo uma aventura charmosa (mesmo pouco inspirada) de um dos grandes ícones dos anos 90. Agora a expectativa para sua sequência é grande.

Por tudo o que foi apresentado até agora, Sonic 2: O Filme traz elementos dos três jogos mencionados acima. Há a estreia oficial de Miles “Tails” Prower (meu personagem favorito de toda a franquia), com seu avião e, assim espero, suas sacadas geniais. Além dele, vamos conferir uma versão mais próxima dos games de Eggman (ou Dr. Robotinik, como você preferir), trazendo robôs enormes e assustadores.

E, claro, teremos o Knuckles.

Mas quem é Knuckles na fila dos jogos?

Nos primeiros games do ouriço azul, a narrativa não era nem de longe o foco da Sega. Em Sonic the Hedgehog, de 1991, o herói deve resgatar vários bichinhos que estão sendo capturados e transformados em robôs pelo vilão Robotinik. Só isso, mas que era o suficiente para lançar o jogador em um mundo delicioso de velocidade.

Em Sonic the Hedgehog 2, o protagonista e seu amigo Tails seguem para uma ilha com a intenção de acabar com os planos do inimigo. O vilão deseja juntar as esmeraldas do caos que podem oferecer enormes poderes para quem as possui. Além disso, Eggman produz um novo exército de robôs e uma estação armada chamada Death Egg para dominar o mundo.

Mas foi em Sonic the Hedgehog 3 que a narrativa finalmente ganhou uma forma digna nas obras do ouriço. Há pequenas cutscenes espalhadas entre a aventura. Temos o Knuckles sendo um perfeito babaca no início, enquanto o herói azul tenta completar sua missão de salvar o mundo.

Knuckles no segundo filme (Imagem: Reprodução / YouTube)

O antagonista vermelhão é um equidna, um tipo de um mamífero similar em seu exterior a um ouriço, mas que é considerado muito mais solitário. Isso é representado na franquia da Sega, com o personagem preferindo manter a distância em diversos momentos.

Ele tem aquele estilo de um Vegeta de Dragon Ball Z e um Iori Yagami de The King of Fighters. É legal, mas parece ser malvado ao mesmo tempo. Um antagonista impossível de não cair na graça da galera.

Além da grande velocidade, Knuckles tem como habilidade a possibilidade de planar e escalar paredes por causa dos espinhos em seus punhos. Ele é um dos nomes com maior força em toda a série, muitas vezes preferindo resolver os problemas na base do soco.

No terceiro jogo, o personagem é, na verdade, um guardião da ilha na qual rola a aventura. Sua responsabilidade é a de cuidar dos animais do local. Porém, ele é enganado por Robotinik que diz que Sonic roubou as esmeraldas do caos. É por isso que ele começa o game sendo pouco amigável com o nosso protagonista.

Sonic the Hedgehog 3 (Imagem: Reprodução / YouTube)

O cartucho lançado pela Sega em 1994 é de uma qualidade imensa. Lembro quando o aluguei pela primeira vez e fiquei de boca aberta com os efeitos e novas habilidades do herói. Isso sem contar a maravilhosa trilha sonora, até hoje cheia de rumores sobre Michael Jackson ter sido o compositor, mas sem nenhuma confirmação oficial.

As fases são divertidas, pedem um pouco de exploração e ainda trazem desafios empolgantes como inimigos e chefes. Porém, o game é bastante curto, o que poderia ser decepcionante caso não existisse Sonic & Knuckles.

A nostalgia do cartucho 2 em 1

Durante o desenvolvimento da terceira aventura do ouriço no Mega Drive, a equipe da Sega percebeu que não teria como colocar todo o conteúdo previsto em um único cartucho. Por causa disso, dois jogos foram produzidos simultaneamente. Eles poderiam ser jogados separadamente, mas também ofereceriam a oportunidade de juntá-los em uma única jornada.

Foi assim que nasceu Sonic & Knuckles, uma excelente obra, mas que ficava muito melhor se jogada junto de sua contraparte. Sim, juntas. Isso porque há uma tecnologia chamada “Lock-On” que permite encaixar um cartucho no outro, oferecendo a aventura completa como havia sido planejada.

Cartuchos de Sonic 3 e Sonic & Knuckles em suas versões europeias (Imagem: Reprodução / YouTube)

Jogar o que chamamos Sonic 3 & Knuckles é uma experiência incrível, pois além de aumentar o tempo de diversão, ainda explica de uma forma muito mais competente a narrativa de ambos títulos. No meu caso, por exemplo, eu tinha em casa apenas o terceiro game. Sendo assim, alugava frequentemente o outro para jogá-los juntos em uma tarde de sábado.

Para muitos fãs, esses dois títulos foram o último grande momento do ouriço azul e velocista. Eventualmente ele entrou no mundo 3D com muitos erros e alguns acertos, mas nada tão gigantesco quanto sua era nos 16 bits.

Ao todo, os dois jogos passaram de quatro milhões de unidades vendidas, um verdadeiro sucesso. Infelizmente, não houve tantos relançamentos quanto os dois primeiros títulos do personagem no Mega Drive. Rumores indicam que muito disso se deve a direitos autorais das músicas, porém nada confirmado até o momento de publicação deste artigo.

No universo de fãs e colecionadores de jogos retrôs, ambos cartuchos originais custam caro atualmente, mesmo não sendo muito complicado de encontrá-los em feiras ou reuniões dentro da comunidade.

Sonic & Knuckles permite jogarmos com ambos personagens (Imagem: Reprodução / YouTube)

A mistura que promete

A Paramount Pictures já confirmou a produção de uma terceira película do Sonic. Sendo assim, antes mesmo de assistirmos ao segundo longa, já estamos discutindo o que pode rolar nessa trilogia.

Se a primeira sequência envolver muito do segundo e do terceiro jogo, talvez Sonic & Knuckles seja o foco da história que vai fechar esse longo arco. Mas aí, este sou eu viajando nos anéis de Green Hill.

Jeff Fowler, o diretor do longa, disse em uma entrevista para o site americano IGN:

Nem sempre será uma progressão linear do tipo ‘Oh, isso estava no Sonic 2, então estará no filme do Sonic 2‘. Vai ser um pouco uma colheita de cerejas, um pouco de um caldeirão. Há tantas imagens ótimas e inspiradoras para extrair dos 30 anos de jogos. Então, se não conseguimos em um filme, sempre há a chance de revisitá-lo em outro lugar

O que você espera dos filmes? Você gosta dos games de Mega Drive? Participe da comunidade do Tecnoblog com a sua opinião!

De rival a aliado do ouriço azul nos games, conheça o Knuckles de Sonic 2: O Filme


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *