Stalker esconde Apple Watch no carro para rastrear namorada e é preso


Um homem admitiu ter usado um Apple Watch para rastrear as atividades de sua namorada. Ele foi preso na última sexta-feira (25) pela polícia Nashville, no estado norte-americano de Tennessee, pelo crime de implantar um dispositivo eletrônico no carro da companheira, a quem já fez inúmeras ameaças de morte.

Recebe e-mails demais? Startup quer cobrar doação para envios desconhecidosO que é e como funciona o AirTag da Apple?Apple Watch (Imagem: Cottonbro / Pexels)

De acordo com o depoimento registrado pela polícia após a prisão, os agentes de segurança receberam uma chamada de um funcionário do Centro de Segurança à Família da rodovia de Murfreesboro Park , nos arredores de Nashville. O namorado seguiu a vítima e chegou ao local no momento em que ela pedia por uma medida protetiva contra ele.

De acordo com a mulher, o namorado já havia feito inúmeras ameaças à vida dela e tinha o costume de visitar o Centro de Segurança à Família. O homem e a namorada usavam o aplicativo de GPS Life360 no celular para checarem as localizações do outro no mapa de Nashville.

O app oferece a possibilidade de uso por meio de uma assinatura, e é voltado principalmente para a localização de membros de uma mesma família. Mas ele pode ser usado para formar círculos: grupos de amigos, colegas de trabalho ou demais contatos.

A namorada do abusador desativou o Life360 do celular antes de uma de suas idas ao Centro de Segurança à Família. O homem enviou diversas mensagens para ela perguntando sobre seu paradeiro, e tentou ligar no celular.

O abusador eventualmente encontrou o centro frequentado pela namorada, e, em uma ocasião, implantou um Apple Watch em uma das rodas da frente de seu carro, sem que ela soubesse. A polícia encontrou o smartwatch ao inspecionar o carro, e o homem confessou ser o dono do aparelho.

Na Justiça, o namorado da vítima tem um histórico conturbado de abusos: ele enfrenta duas acusações de violência por episódios que ocorreram em julho de 2021, e que levaram à prisão do suspeito em dezembro.

AirTag, da Apple, já foi usada por stalkers

Há episódios de mais produtos da Apple sendo usados por stalkers — pessoas que rastreiam a localização de uma vítima sem consentimento ou conhecimento dela. Os casos mais famosos envolvem as AirTags, que são dispositivos da marca usados para rastrear objetos como carteiras, chaveiros e mochilas.

Versões modificadas dos AirTags à venda e usados pelos stalkers tinham o alto-falante que emite notificações sonoras desativado. A Apple já prometeu atualizações em seus aparelhos para ajudar a proteger contra o rastreamento indevido, como uma função nova do iPhone 11 ou mais recente, iPad e iPad Touch para detectar Air Tags desconhecidas.

Com informações: WSMV4

Stalker esconde Apple Watch no carro para rastrear namorada e é preso


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *